CIDASC abre concursos para 79 vagas

A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – CIDASC, torna público a realização de dois concursos públicos para provimento de 79 vagas, sendo um para o emprego público de Auxiliar Operacional e outro para Médico Veterinário. O Concurso será executado sob a responsabilidade da Fundação de Estudos e Pesquisa Socioeconômicos – FEPESE.

As inscrições podem ser efetuadas até às 16hs de 13 de março de 2017, pela internet, por meio do site http://cidasc.fepese.org.br. A taxa de participação custará R$ 80,00 ou R$ 120,00.


A prova será aplicada na data provável de 2 de abril de 2017, nas cidades de Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joaçaba, Lages e Mafra, em locais que serão comunicados aos candidatos através de aviso publicado no sítio do Concurso Público na Internet na data provável de 29 de março de 2017.

Das atribuições dos cargos:

Auxiliar Operacional – a) Controlar o trânsito de ingresso e saída de animais e vegetais, produtos e subprodutos de origem animal, vegetal e insumos agropecuários, através da abordagem de veículos, verificando a documentação que acompanha as cargas de interesse agropecuário, checando preenchimento, confrontando os dados com a carga efetiva, autorizando ou não o ingresso ou a passagem de cargas de interesse agropecuário no Estado, de acordo com a Legislação Sanitária; b) Desinfetar veículos da forma prevista na legislação e nas orientações técnicas, por meio de pulverização manual ou automática, com solução desinfetante, a fim de reduzir o risco de introdução de pragas e agentes patógenos no Estado; c) Verificar a conformidade das cargas de vegetais e suas partes, material biológico e ou material de multiplicação em relação às normas e procedimentos legais; d) Verificar a conformidade das cargas de animais e suas partes, material biológico e ou material de multiplicação em relação às normas e procedimentos legais; e) Registrar as informações pertinentes ao trânsito de interesse da defesa agropecuária, preenchendo e encaminhando relatórios de movimentação, nos moldes de formulários disponíveis ou no sistema informatizado de acordo com a atividade realizada, visando compor um banco de dados estadual; f) Comunicar o responsável imediato pela barreira ou aos seus superiores, com a maior brevidade possível, a ocorrência de trânsito de cargas de interesse agropecuário em desconformidade com a legislação sanitária, para a devida tomada de providência; g) Zelar pelo bom andamento das atividades de barreira e dos procedimentos inerentes ao trânsito de cargas de interesse agropecuário, cumprindo e fazendo cumprir as normas e orientações emanadas pelas instâncias superiores e pela legislação sanitária; h) Comunicar imediatamente à polícia sobre veículos que por ventura não tenham parado na barreira sanitária, bem como qualquer ato de resistência, registrando em livro de ocorrência. i) Fornecer informações, orientações ou responder às dúvidas e aos questionamentos advindos do público em geral, objeto ou não de sua fiscalização, no âmbito dos assuntos relacionados ao seu trabalho e que sejam de interesse coletivo, promovendo a educação sanitária e observando a cordialidade e educação em todas as abordagens junto aos cidadãos, bem como a confidencialidade de informações de caráter restrito; j) Desenvolver outras atividades correlatas à função; k) Dirigir veículo da empresa.

Médico Veterinário – a) Assessorar, planejar, organizar, coordenar e controlar projetos, programas, ações e atividades de defesa sanitária animal e inspeção de produtos de origem animal. b) Assessorar, planejar, organizar, coordenar e controlar projetos, programas, ações e atividades de educação sanitária animal; c) Executar ações de defesa sanitária animal e inspeção de produtos de origem animal; d) Promover e controlar com eficácia e efetividade do Sistema de Defesa Sanitária Animal e do Serviço de Inspeção Estadual; e) Promover a aplicação da legislação e normativas de sanidade animal e inspeção de produtos de origem animal; f) Aferir a qualidade da produção, transporte e armazenamento de produtos de origem animal; g) Emitir laudos, pareceres e atestados técnicos; h) Promover a saúde pública e a defesa do consumidor; i) Executar a vigilância veterinária de animais, produtos e subprodutos de origem animal e de uso veterinário, que estejam em trânsito, estabelecimentos e eventos agropecuários; j) Aplicar sanções, advertências e multas; k) Determinar interdições, apreensões e destruições; l) Executar, de acordo com a necessidade da empresa, outras atividades de mesma natureza e complexidade previstas em normas legais da profissão.

Informe Erro Carregando...