Simulado de concurso para Tradutor e Intérprete de LIBRAS

Simulado para avaliação dos seus conhecimentos, com questões especificas de Provas Objetivas aplicadas em concursos públicos para o cargo de Tradutor e Intérprete de LIBRAS, que exige ensino médio. Organizadoras: CCON – Coordenadoria de Concursos – UFSM, IFES – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo e outras.

Questão 1

Ao abordar as concepções da surdez, Gesser (2209) afirma que a surdez é muito mais um problema para ouvintes do que para a comunidade surda. Com base na referência citada, assinale as afirmativas VERDADEIRAS com (V) e as FALSAS com (F):

( ) A surdez olhada pelo viés cultural não é uma deficiência.
( ) O aspecto cultural da surdez é ainda mais difícil de ser aceito quando os discursos recaem e se fixam no fenômeno físico.
( ) A classificação dos tipos de surdez pode desviar o entendimento das relações que cada indivíduo estabelece com a língua de sinais, identidade e cultura surda.
( ) Os aparelhos auditivos funcionam para restabelecer a audição de todos os surdos profundos.

Assinale a alternativa que correspondente CORRETAMENTE à sequência de associação feita de cima para baixo:




Questão 2

O tradutor e intérprete de Língua Brasileira de Sinais é o profissional que interpreta de uma determinada língua de sinais para outra língua, seja ela uma língua de sinais ou uma língua oral, bem como faz a interpretação de uma língua oral para uma determinada língua de sinais.
Acerca dos preceitos éticos na atuação do profissional tradutor e intérprete de Língua Brasileira de Sinais, assinale a alternativa correta.




Questão 3

“No Brasil, em meados da década de oitenta do século XX, surgiram os primeiros trabalhos envolvendo a interpretação da língua de sinais em instituições religiosas, e nas relações familiares e de amizades com surdos” (Masutti e Santos, 2008). A partir da referência citada, marque a opção CORRETA:




Questão 4

Conforme colocado por Albres (2015), o processo de tradução envolve duas línguas de modalidades diferentes, como as línguas de sinais e as línguas orais, sendo uma tradução intermodal. Desta forma, a fala do professor em uma língua é interpretada em outra língua, fala esta direcionada aos alunos e com o objetivo específico de promover a aprendizagem de determinado conteúdo/conceito. Em relação a esta mediação, marque (V) para as afirmativas VERDADEIRAS e (F), para as FALSAS.

( ) O professor torna-se parceiro do intérprete nesse processo ao mediar seus conteúdos com ele, e este, por sua vez, torna-se “mediador do mediador”.
( ) O intérprete educacional usa do discurso do outro (professor), vai enunciando simultaneamente com suas próprias palavras/sinais e construindo estratégias para trabalhar em prol do ensino-aprendizagem do aluno surdo.
( ) Ao perceber as dificuldades de compreensão do aluno surdo, o intérprete educacional poderá dedicar tempo em explicar, ensinar e tirar todas as suas dúvidas atuando neste contexto de forma independente do que está sendo tratado pelo professor. O objetivo é ajudar o aluno surdo.
( ) Ser usuário fluente no uso e compreensão da língua de sinais o torna automaticamente apto a realizar o processo de mediação no contexto educacional.
( ) Não é necessário a preparação antecipada do intérprete educacional para sua atuação na mediação, visto ele ser fluente em língua de sinais e língua portuguesa.

Assinale a alternativa que correspondente CORRETAMENTE à sequência de associação feita de cima para baixo:




Questão 5

Leia as opções abaixo, relacionadas à Tradução e Interpretação da Língua de Sinais, e marque (V) para VERDADEIRO e (F) para FALSO.

( ) TILSP significa Tradutor e Intérprete de Língua de Sinais e Língua Portuguesa.
( ) A estrutura gramatical da Língua Americana de Sinais é a mesma da Língua Brasileira de Sinais.
( ) A soletração manual é a representação das letras da Língua de Sinais e não da Língua Portuguesa.

Assinale a alternativa que correspondente CORRETAMENTE à sequência de associação feita de cima para baixo:




Questão 6

Na língua brasileira de sinais, segundo Pimenta e Quadros (2010), os números cardinais, ordinais, de quantidade e de valores são sinalizados com configurações de mão, orientação da palma e movimentos diferentes. Com relação à estrutura e aspectos morfológicos, marque (V) para as afirmativas VERDADEIRAS e (F), para as FALSAS.

( ) Ao sinalizar os números cardinais 1 a 4 a palma da mão não fica virada para o corpo.
( ) Ao sinalizar utilizando um ou mais zeros à esquerda do número, rotacionar o pulso.
( ) Ao sinalizar as dezenas (11, 22, 33, 44 e 77) a palma da mão deve ficar virada para o lado e fazer o movimento breve e curto para a direita e a esquerda.
( ) Os números para quantidade são utilizados em Libras como sufixos, quando se sinaliza duração de horas, semanas, dias, meses, anos, períodos.
( ) Ao sinalizar números ordinais, utiliza-se as mesmas configurações dos números de quantidade, do 1 ao 4, mas com a mão tremendo, pois respeita-se a variação linguística.
( ) Ao sinalizar valores de R$ 1,00 a R$ 10,00 fazer com a mão rotacionando e, a partir de R$ 11,00 sinalizar como os números cardinais seguido da configuração da letra R balançando levemente.

Assinale a alternativa que correspondente CORRETAMENTE à sequência de associação feita de cima para baixo:




Questão 7

Nos Estudos da Tradução, entende-se que o ato de traduzir e interpretar envolve escolhas tradutórias e/ou interpretativas. Sobre os Estudos da Tradução, assinale a alternativa CORRETA.




Questão 8

Segundo Albres (2015), o intérprete educacional, historicamente, vem se configurando como um serviço da educação especial. Esse novo profissional e o aluno surdo surgem na escola pela perspectiva da inclusão e desestabilizam o habitus já formado no espaço escolar. Ações são redefinidas dentro da escola em função da posição ocupada pelo intérprete educacional como mediador e copartícipe do processo de ensino-aprendizagem. Quais funções o intérprete educacional assumiria diante do contexto de sala de aula em que o aluno surdo elege o intérprete como referência do seu processo de ensino-aprendizagem? Assinale a alternativa que responde CORRETAMENTE a essa pergunta.




Questão 9

Leia abaixo as opções relacionadas às estratégias no processo de interpretação de Libras/Português ou de Português/Libras e marque (V) para VERDADEIRO e (F) para FALSO.

( ) A omissão no processo de tradução e interpretação é considerada uma estratégia de enfrentamento linguístico que pode ser feita de forma proativa ou reativa.
( ) Na interpretação oral o intérprete deve utilizar a combinação de voz como a de alegria, tristeza e euforia de acordo com a variação emocional do emissor.
( ) Ao interpretar um emissor que fala rápido, uma possibilidade é o intérprete acompanhar a velocidade do emissor, mas com clareza aprimorando a dicção e fazendo uma leve pausa ao final do pensamento.

Assinale a alternativa que correspondente CORRETAMENTE à sequência de associação feita de cima para baixo:




Questão 10

Quadros (2007) apresentam fatos históricos relevantes sobre a constituição do profissional intérprete de língua de sinais na Suécia, nos Estados Unidos e Brasil. A partir dos dados apresentados sobre cada país, associe a segunda coluna com a primeira e assinale a alternativa que corresponde CORRETAMENTE à sequência de associação feita de cima para baixo:

I - Suécia
II - Estados Unidos
III - Brasil

( ) Em 1964, foi fundada uma Organização Nacional de Intérpretes para Surdos (atual RId), estabelecendo alguns requisitos para a atuação do intérprete.
( ) Em 1992, realizou-se o II Encontro Nacional de Intérpretes de Língua de Sinais, que promoveu o intercâmbio entre as diferentes experiências dos intérpretes do país, discussões e votação do regimento interno do Departamento Nacional de Intérpretes.
( ) Em 1981, foi instituído que cada conselho municipal deveria ter uma unidade com intérpretes.




Tempo de simulado:

Deixe uma resposta