Início»Nordeste»Rio Grande do Norte»TRT da 21ª Região (RN) abre concurso para Analista e Técnico

TRT da 21ª Região (RN) abre concurso para Analista e Técnico

Com a finalidade de preencher 3 vagas e formar cadastro reserva, o Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-21), no Rio Grande do Norte, está promovendo o concurso público nº 01/2017, sob organização da Fundação Carlos Chagas – FCC. Há oportunidades para cargos de níveis médio e superior.

O concurso visa preencher duas de Analista Judiciário – área Judiciária, cargo que exige formação superior, em Direito. O salário mensal é de R$ 10.461,90. Já a outra vaga restante é para a função de Técnico Judiciário – Administrativa, com exigência do ensino médio. O vencimento é de R$ 6.376,41.

As inscrições ficarão abertas no período das 10 horas do dia 25/09/2017 às 14 horas do dia 11/10/2017 (horário de Brasília), realizadas exclusivamente via Internet, por meio do site www.concursosfcc.com.br. A taxa custará R$ 80,00 ou R$ 120,00.

As Provas Objetivas e de Redação serão realizadas na cidade de Natal-RN, com previsão de aplicação para o dia 10 de dezembro de 2017, período matutino, para todos os cargos/áreas.

Edital Concurso TRT-RN 2017 (Clique aqui)

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATRIBUIÇÕES BÁSICAS

Analista Judiciário – Analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer; fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal; inserir, atualizar e consultar informações em base de dados; verificar prazos processuais; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Técnico Judiciário – Realizar atividades de nível intermediário a fim de fornecer auxílio técnico e administrativo, favorecendo o exercício da função judicante pelos magistrados e(ou) órgãos julgadores e o exercício das funções necessárias ao adequado funcionamento da organização; desempenhar o processamento de feitos, redigir minutas, realizar o levantamento de dados para elaboração de relatórios estatísticos, planos, programas, projetos e para a instrução de processos, pesquisar legislação, doutrina e jurisprudência, emitir pareceres, relatórios técnicos, certidões, declarações e informações em processos; distribuir e controlar materiais de consumo e permanente; elaborar e conferir cálculos diversos, digitar, revisar, reproduzir, expedir e arquivar documentos e correspondências; prestar informações gerais ao público, bem como realizar a manutenção e consulta a bancos de dados e outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Confira apostilas para esse concurso.

Informe Erro