Início»Sudeste»São Paulo»MDSA de Barretos (SP) abre vagas de supervisores e visitadores

MDSA de Barretos (SP) abre vagas de supervisores e visitadores

A Prefeitura do Município de Barretos, em São Paulo, torna pública a abertura das inscrições ao Processo Seletivo Simplificado N° 01 /2017, para provimento de nove cargos de Supervisores e Visitadores Sociais e cadastro reserva por prazo determinado a fim de atuarem no Programa Criança Feliz, do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário – MDSA.

Os candidatos deverão procurar a Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, localizado à Rua: 30 nº. 564, Centro (antigo Paço Municipal) – sala 17, nos horários compreendidos entre 08h00minh às 12h00minh e 14h00minh às 16h00minh, de segunda a sexta-feira, no período de 07 a 14 de junho de 2017. Será admitida a inscrição pelo próprio candidato e/ou procuração.

A atribuição de pontuação da análise curricular dos títulos apresentados, indicados e devidamente comprovados pelo candidato que será realizada com base nos critérios definidos no edital.

DAS ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES DO CARGO

SUPERVISOR – Viabilizar a realização de atividades em grupos com as famílias visitadas, articulando CRAS/UBS, em conjunto com Agentes Comunitários de Saúde, sempre que possível, para o desenvolvimento destas ações; – Articular encaminhamentos para inclusão das famílias na rede, conforme demandas identificadas nas visitas domiciliares; – Mobilizar os recursos da rede e da comunidade para apoiar o trabalho dos visitadores, o desenvolvimento das crianças e a atenção às demandas das famílias; – Levar situações complexas, lacunas e outras questões operacionais para debate junto ao Comitê Gestor e coordenação municipal, sempre que necessário para a melhoria da atenção às famílias; – Planejar, coordenar e supervisionar o desenvolvimento do trabalho dos visitadores; – Capacitar à equipe de visitadores. – Conhecimento com trabalho na área social e territorial, especialmente no atendimento direto a famílias e crianças e; – Capacidade de liderança em situações formais e informais; – Facilidade de comunicação e capacidade para organizar e ministrar capacitação; – Habilidade de escuta, para propiciar reflexões a partir de situações concretas de atendimento e orientar o desenvolvimento das ações; – Domínio de técnicas de trabalho participativo; – Habilidades gerenciais, especialmente de planejamento, supervisão e gestão de informações pertinentes ao Programa.

VISITADOR – Realizar as visitas junto às famílias; – Observar os protocolos de visitação e fazer os devidos registros das informações acerca das visitas; – Organizar o plano mensal de trabalho sob orientação do supervisor; – Consultar e recorrer ao supervisor sempre que necessário; – Acolher, registrar, identificar e discutir com o supervisor situações que requeiram encaminhamentos para o CRAS e posteriormente para o sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente (SGDCA), visando sua efetivação na rede; – Afinidade ou experiência em trabalho na área social, especialmente com famílias e crianças; – Capacidade de aprender e usar conceitos e técnicas que serão apresentadas na capacitação; Capacidade de comunicação respeitosa com famílias e habilidades para lidar com crianças – Postura pessoal que inspire respeito e confiança pelas famílias; – Capacidade e sensibilidade para escutar e interagir com as famílias sem emitir juízo de valor; – Postura ética. – Ter senso crítico para examinar suas próprias limitações e dificuldades e abertura para dialogar com o supervisor, estando aberto à suas orientações e sugestões.

Edital de Abertura – Página 29

Confira apostilas para esse concurso.

Informe Erro