São Sebastião do Caí (RS) oferece vagas de Agente de Endemias

A Secretaria Municipal de Saúde de São Sebastião do Caí, no Rio Grande do Sul, está realizando o Processo Seletivo Simplificado Nº 004/2016, visando a contratação de pessoal, em número de dois, por prazo determinado para desempenhar funções de Agente de Combate às Endemias, que exige ensino fundamental. O Processo Seletivo será executado pela UNA GESTÃO E ASSESSORIA LTDA.

As inscrições serão feitas via internet, pelo link específico para este fim, no seguinte endereço eletrônico: www.unars.com.br, a partir da zero hora do dia 03 de Agosto de 2016 até às 23:59 horas do dia 10 de agosto de 2016, observado o horário oficial de Brasília/DF. A taxa custa R$ 15,00.


O processo seletivo simplificado constará de prova escrita, com base no conteúdo programático constante no Anexo I do Edital. A data de realização da prova escrita acontecerá no dia 20 de agosto de 2016.

ESPECIFICAÇÕES DA FUNÇÃO – Exercer atividades de vigilância, prevenção, e controle de doenças e promoção a saúde, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do Sistema Único de Saúde – SUS. QUANDO ATUANDO NA ÁREA URBANA: Realizar ações de educação em saúde e de mobilização social, Orientar o uso de medidas de proteção individual e coletiva, Mobilizar a comunidade para desenvolver medidas simples de manejo ambiental para o controle de vetores, Identificar sintomas e encaminhar o paciente à unidade de saúde para diagnóstico e tratamento, Promover o acompanhamento dos pacientes em tratamento, ressaltando a importância de sua conclusão, Investigar a existência de casos na comunidade, a partir de sintomático, Preencher a ficha de notificação dos casos ocorridos e encaminhar à Secretaria Municipal da Saúde e da Família e Exercer outras responsabilidades / atribuições correlatas. QUANDO ATUANDO NA ÁREA RURAL: Realizar ações de educação em saúde e de mobilização social. Orientar o uso de medidas de proteção individual e coletiva. Mobilizar a comunidade para desenvolver medidas simples de manejo ambiental para o controle de vetores. Identificar sintomas e encaminhar o paciente à unidade de saúde para diagnóstico e tratamento. Promover o acompanhamento dos pacientes em tratamento, ressaltando a importância de sua conclusão. Investigar a existência de casos na comunidade, a partir de sintomático. Preencher a ficha de notificação dos casos ocorridos e encaminhar à Secretaria Municipal da Saúde e da Família. Coletar lâminas de sintomáticos, e enviá-las para leitura ao profissional responsável e, quando não for possível esta coleta de lâmina, encaminhar as pessoas para a unidade de referência. Receber o resultado dos exames e providenciar o acesso ao tratamento imediato e adequado, de acordo com as orientações da Secretaria Municipal da Saúde e da Família, e da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA). Coletar Lâmina para Verificação de Cura – LVC, após conclusão do tratamento, e encaminhá-la para leitura, de acordo com a estratégia local. Exercer outras responsabilidades / atribuições correlatas.

Informe Erro Carregando...