Início»Sudeste»São Paulo»Prefeitura de Ourinhos (SP) abre novo concurso com 38 vagas

Prefeitura de Ourinhos (SP) abre novo concurso com 38 vagas

A Prefeitura de Ourinhos, Estado de São Paulo, abriu inscrições para o concurso público Nº 03/2016, destinado ao preenchimento de 38 vagas, em cargos de níveis fundamental e superior. São ofertados os postos de Agente de Combate a Endemias – ESF, Cirurgião Dentista – ESF e Médico – ESF.

Os interessados deverão se inscrever através do site www.omconsultoria.com.br, durante o período de 04 a 18 de julho de 2016, até às 23h59min59 – horário de Brasília. A taxa custará R$ 13,50 ou R$ 20,65.

A data, horário e local das provas serão divulgados no Diário Oficial do Município de Ourinhos e nos endereços eletrônicos: www.omconsultoria.com.br e www.ourinhos.sp.gov.br, com, pelo menos, cinco dias de antecedência.

AGENTE DE COMBATE A ENDEMIAS – ESF – Executar o trabalho de campo (ações /atividades) nos imóveis do município, sob supervisão: edificações térreas, prédios de apartamentos, cortiços, edificações especiais, praças /parques/ jardins públicos, obras em andamento, terrenos baldios, chácaras. – Executar ações /atividades de combate e controle às endemias, de controle de vetores e animais sinantrópicos, que são problemas de saúde pública e efetuar orientações preventivas de saúde nos imóveis visitados. Os agentes realizam trabalho de controle de vários reservatórios, hospedeiros, vetores, animais peçonhentos e sinantrópicos para o controle de varias zoonoses como: dengue, zika, chikungunya, febre amarela, raiva, leptospirose, leishmaniose, febre maculosa, esquistossomose e outras; – Executar trabalhos de campo e ações educativas; – Realizar a atividade casa-a-casa nos imóveis do município; entre outros.

CIRURGIÃO DENTISTA – ESF – atender os escolares e a comunidade em geral, realizando tratamento curativo(restaurações, extrações, raspagens, curetagem subgengival e outros) e preventivo (aplicação de flúor, selantes, profilaxia e escovação diária) ;supra e subgengival, utilizando-se meios manuais e ultrassônicos; – realizar RX odontológico para diagnóstico de enfermidades, oferecidos pela rede – Sistema Único de Saúde; – proceder perícias odonto administrativas, examinando a cavidade bucal e os dentes, a fim de fornecer atestados e laudos previstos em normas e regulamentos; – realizar exames nas escolas e na comunidade por maio tátil visual para controle epidemiológico e tratamento de doenças bucais; – orientar e zelar pela preservação e guarda dos equipamentos, aparelhos e instrumentais utilizado em sua especialidade, observando a sua correta utilização; – elaborar, coordenar e executar programas educativos e de atendimento odontológico preventivo voltados para a comunidade; – realizar ações de educação em saúde bucal individual e coletiva, visando motivar e ampliar os conhecimentos sobre o assunto, bem como despertar a responsabilidade do indivíduo no sucesso do tratamento; – prestar orientações sobre higiene bucal e comportamento alimentar para a comunidade; – orientar, coordenar e supervisionar os trabalhos desenvolvidos pelos Técnicos de Higiene Dental e pelos Auxiliares de Consultório Dentário; – levantar e avaliar dados sobre a saúde bucal da comunidade; – participar do planejamento das ações que visem a saúde bucal da população; – desempenhar outras atribuições compatíveis com sua especialização profissional.

MÉDICO – ESF – efetuar exames médicos, emitir diagnósticos, prescrever medicamentos e realizar outras formas de tratamento para diversos tipos de enfermidades, aplicando recursos da medicina preventiva ou terapêutica dentro de sua especialização; – analisar e interpretar resultados de exames diversos, comparando-os com os padrões normais, para confirmar ou informar o diagnóstico; – manter registro dos pacientes examinados, anotando a conclusão diagnóstica, o tratamento prescrito e a evolução da doença; – realizar atendimento individual, individual programado e individual interdisciplinar a pacientes; – realizar pequenas cirurgias; – efetuar a notificação compulsória de doenças; – prestar atendimento em urgências clínicas; – encaminhar pacientes para atendimento especializado, quando for o caso; – assessorar a elaboração e participar de campanhas educativas no campo da saúde pública e medicina preventiva; – proceder à perícias médico-administrativas, examinando os doentes, a fim de fornecer atestados e laudos previstos em normas e regulamentos; – realizar reuniões com familiares de pacientes a fim de prestar informações e orientações sobre a doença e o tratamento a ser realizado; – participar de grupos terapêuticos, através de reuniões realizadas com grupos de pacientes específicos, para prestar orientações e tratamentos e proporcionar a troca de experiências entre os pacientes; – realizar diagnóstico da comunidade; – participar de reuniões comunitárias em espaços públicos ou nas comunidades visando a divulgação de fatores de risco que favorecem a enfermidade; – acompanhar pacientes que estão em internação domiciliar; entre outros.

Confira apostilas para esse concurso.

Informe Erro